6 de jan de 2011

EM JANEIRO, AGENCIA ARTTURISMO EM PARAIBUNA

AGÊNCIA ARTTURISMO* (www.artturismo.com) de São Paulo promoverá, no dia 29/01/2011 (Sábado) passeio de Turismo Sustentável pelo Roteiro Turístico Tradição e Frutas Nativas da Mata Atlântica visitando o Sítio do Bello (www.sitiodobello.com.br) e o centro histórico de Paraibuna.




O pacote no valor de R$ 125,00 ou 2 x R$ 70,00 inclui:
- Ônibus Convencional ou micro-ônibus;

- Café da Manhã Caipira;

- Visita ao Sítio do Bello, local onde SE cultiva frutas nativas de vários ecossistemas brasileiros (Mata Atlântica, Amazônia e Cerrado), são mais de 50 espécies de frutas com viveiro de mudas, trilha para conhecer as árvores nativas, chegando às margens do Rio Fartura, pomar de frutíferas, visita a sala de manipulação onde são preparadas as polpas das frutas. www.sitiodobello.com.br

- Almoço servido no fogão de lenha , prato típico fogado e suco de Cambuci promovido no Sítio JM.

- City Tour em Paraibuna para conhecer parte do patrimônio histórico e cultural da cidade, produtos tpicos, loja da bananinha de Paraibuna e artesanato;

- Guia credenciado pelo Ministério do Turismo;

- Assistência de Viagem Trip Card;


Apresentação às 6h45 (metrô Liberdade - em frente à Tunibra)

Aconselhável levar:
- Roupa e Calçado Confortável;
- Agasalho;
- Protetor Solar;
- Boné ou Chapéu;
- Repelente;
- Máquina Fotográfica;
- Guarda-chuva ou capa de chuva;

SERVIÇO:
Informações e reservas: ( 11 ) 3275-4400 - Mitiko
artturismo@terra.com.br
Sede: Av. Liberdade, 701 - 15o andar
www.artturismo.com



SESC CONSOLAÇÃO: TURISMO EM PARAIBUNA

O Instituto H&H Fauser por meio do Roteiro Tradição e Frutas Nativas da Mata Atlântica coordenada pela Oficina de Turismo Sustentável recepcionou o grupo de 42 paulistanos para visita organizada pelo SESC Consolação no dia 30 de outubro de 2010.

O Passeio foi organizado por ocasião do projeto Dia Mundial do Turismo - Viagens na minha terra... que teve o objetivo de comemorar esse dia realizando uma programação que apresentasse ao público "a importância da conservação da sociobiodiversidade, promovendo uma reflexão sobre a inclusão da perspectiva humana no ambiente natural e sobre as relações socioculturais ali inseridas".

Capa do Caderno de Programação do Projeto

O grupo foi recepcionado às 9h para o café da manhã no Mercado da Suzana. Após o café o jovem Pedro Barbosa e a técnica Elaine Nogueira acompanharam o grupo até o Sítio do Bello, o empreendimento destaque da visita.

Programação do SESC CONSOLAÇÃO para visita em Paraibuna

A chegada ao sítio aconteceu às 11h onde o monitoria organizou três grupos de acordo com o perfil do público: o primeiro fez uma trilha longa por entre as árvores de frutíferas até o rio Fartura, monitorados pelo jovem Pedro Barbosa e o proprietário do sítio Douglas Bello, o segundo grupo fez uma trilha média por entre as árvores frutíferas monitorados pela técnica Larissa Faria e o funcionário do sítio Donizete, o terceiro grupo que tinha dificuldade em caminhar permaneceu na área de recepção do Sítio do Bello, acompanhado pela técnica Suzanne Fauser.

Em seguida por volta do 12h30 min. o grupo foi almoçar no Bar do Beto onde pode experimentar o prato tradicional da cidade (fogado), e como sobremesa provaram a bananinha Paraibuna.

No período da tarde às 14h o grupo foi para o centro da cidade, passou pela Praça da Matriz onde pode apreciar os Casarões e conhecer o interior da Igreja Matriz de Santo Antônio de Paraibuna.

Visita ao Centro Histórico e à Igreja Matriz

Seguiram para o Largo do Mercado, conheceram um pouco mais da história da cidade e puderam apreciar o artesanato e as delícias de Paraibuna.

Por volta das 16h na Cozinha Caipira foi oferecido o café do "Chão Caipira" servido pela D. Irene e pelo Sr. Bernardo, no mesmo local também foi montado um espaço do artesanato, a organização do local ficou sobre responsabilidade do Técnico Wiliam de Oliveira e do jovem Luiz Guilherme.

Mesa Farta do Café Chão Caipira

Dona Irene e Sr. Bernardo - Tradição do Café no Fogão de Lenha

Ao terminar o café foi feito um sorteio de brindes oferecidos pelos empreendimentos por onde o grupo passou.

Sandra Claro e Malu no Ponto de Venda de Artesanato


Para finalizar o passeio, o grupo pode conhecer e fazer suas compras no Armazém Sabores de Paraibuna, loja da famosa empresa Bananinha Paraibuna.

Texto: Elaine Nogueira - Turismóloga

Fotos: Lucas Henrique - Jovem PJ-MAIS

NECD: William de Oliveira - Psicólogo

VISITA DA UNIVERSIDADE DE DARMSTADT - ALEMANHA




Ninho de João de Barro em Estrada Rural

No dia 24 de julho recebemos um grupo de quatro alemães no Sitio do Bello e no Sitio JJ, estes jovens são estudantes da Faculdade de Design Corporativo da Universidade Darmstadt da Alemanha.


Por meio de um convênio entre Universidade e do Instituto Florestal (IF) com articulação do Instituto Fauser, os jovens estão preparando a programação visual dos Parques da Reserva da Biosfera e do Programa de Jovens - Meio Ambiente e Integração Social (PJ-MAIS).

O Cambuci fez o maior sucesso durante a visita, os alemães queriam ver frutas no pé, adivinha o que tinha? Cambuci. No Sítio do Bello, puderam experimentar a fruta no pé.

As monitorias foram realizadas por jovens do PJ-MAIS, Lucas Henrique no Sítio do Bello e Lucas Prado no Sítio JJ, com tradução realizada por Carlos Alberto.

No Sítio JJ, apresentou-se a propriedade e explicou-se todo o processo de fabricação do melado, açucar mascavo e cachaça. Beberam licor de cambuci e cachaça curtido no Cambuci.

Estudantes alemães no processo de fabricação artesanal de Cachaça

Como “saco vazio” não para em pé fomos almoçar no Bar do Beto, foi servido o nosso prato mais tradicional ”fogado” e costelinha de porco, e de quebra a sobremesa era mouse de cambuci .

Bar do Beto: Culinária tradicional da Família Ribeiro

Para fechar a tarde levamos o grupo para conhecer a represa de Paraibuna, eles puderam provar uma porção de tilápia e caipirinha de cambuci no Bem bolado.

Detalhe do Bem Bolado à beira do Represa de Paraibuna

Passeio de Barco na Represe



E para terminar o dia comemos uns aperitivos no Bar do Pepo e assistimos a Serenata da Lua na Praça da Matriz.

Entardecer na Praça Matriz de Paraibuna

Serenata da Lua e Amigos da Cantoria

Texto: Elaine Nogueira

Fotos:Maria Müller (Darmstadt)

NECD: William de Oliveira

VISITA DE UNIVERSIDADE INTERNACIONAL DE GASTRONOMIA

No dia 10 de setembro fizemos a monitoria no Sitio do Bello e do JJ para um grupo de alunos da Università degli Studi di Scienze Gastronomiche (criada em 2004 pelo Slow Food internacional com colaboração da região Piemonte e Emília Romana).

Apesar de a Faculdade ser Italiana o grupo era formado por pessoas de várias nacionalidades, tinha um Queniano, um Indiano, duas Alemãs, e doze Italianos, mais quatro brasileiros. A vinda do grupo para Paraibuna foi organizada pelo Convívio São Paulo do Slow Food.

Chegando ao sítio do Bello foi servido café caipira com bolo de fubá e pão de queijo mais os produtos do sitio como suco de Cambuci entre outros, geleias e mel.

Depois do café o grupo foi guiado pelo Douglas Bello proprietário do Sitio e o Jovem Lucas Henrique pela Trilha Sucupira que vem recebendo melhorias baseados no Curso de Manejo de Trilhas do Waldir Joel oferecido pela Reserva da Biosfera. Em seguida eles passaram pelo pomar de frutíferas da propriedade, conhecendo alguns frutos de Cambuci, fruta do lobo e cabeludinha.

Em seguida fomos para o Sitio do JJ onde os jovens Thais e Vitor, fizeram a monitoria explicando o processo de fabricação da cachaça. Os visitantes puderam, também, comprar vários produtos do Sitio JJ como cachaça do Jotinha e da Marvada Neide, rapadura e açúcar mascavo no ponto de venda organizado pelo jovem Felipe.

Para finalizar o passeio eles almoçaram no Mercado da Suzana onde foi servida comida caseira feita no fogão de lenha , com direito a rede para uma sesta depois do almoço.

Para saber mais sobre a visita, acesse a reportagem da nutricionista NEIDE RIGO no blog COME-SE. Clique Aqui.


Texto: Elaine Nogueira

Fotos: Lucas Henrique

NECD: William de Oliveira

CURSO DE GESTÃO AMBIENTAL VISITA O VALE DA FARTURA

No dia 14 de agosto de 2010 o Instituto Fauser organizou o V módulo do Curso de Gestão e Educação Ambiental da Câmara Técnica de Educação Ambiental e Mobilização Social (CT-EAMS) do Comitê de Bacias Hidrográficas do Paraíba do Sul (CBH-PS), onde estiveram presente 32 pessoas.

O curso iniciou-se no Bar do Beto, com a apresentação da proposta do Módulo pelo Psicólogo William de Oliveira Em seguida, tiveram a palestra sobre Técnicas e Práticas de Conservação de Solo e Preservação de Recursos Hídricos pelo Prof. Dr. Vicente de Jesus Carvalho.

Logo após a Pesquisadora Jr. Lidiane Assis Santos Ex-jovem do PJ-MAIS e Colaboradora do IHHF falou sobre a prática de educação ambiental na formação de multiplicadores do Programa de Jovens Meio Ambiente e Integração Social da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo, o jovem Pesquisador Jr. Pedro Paulo Barbosa colaborador do IHHF e idealizador do Viveiro-Escola Raiz do Aprender apresentou o seu Projeto “Potencial de um Viveiro-Escola como Fomento para Educação Ambiental e Reflorestamento de Áreas Ciliares.

Para finalizar a parte da manhã a Turismóloga Elaine Cristina Nogueira Técnica da oficina de Turismo Sustentável do PJ-MAIS apresentou o Projeto “ Implantação de trilhas em pequenas propriedades rurais em áreas de proteção permanente da Micro Bacia Hidrográfica do Vale do Fartura” – Paraibuna – SP. Após a palestra da Elaine, o almoço de gastronomia caipira tradicional foi servido para os participantes.

Durante o período da tarde os integrantes do grupo conheceram as duas propriedades aonde vem sendo executado o projeto de Turismo Sustentável do Roteiro Tradição e Frutas Nativas da Mata Atlântica.

O grupo foi dividido em dois e fizeram as visitas alternadas nas propriedades, no Sítio JJ à monitoria foi feita pelo jovem Lucas Prado que explicou a história do sítio e como é feito o processo de fabricação da cachaça, sempre acompanhado pelo Sr. Joaquim proprietário do sítio.

No Sitio do Bello a monitoria foi feita pelo jovem Lucas Henrique, acompanhado do responsável pelo sítio o funcionário Donizete, durante a visita conheceram o viveiro de mudas, passearam pela Trilha Sucupira e conheceram a Sala de Manipulação das frutas onde são preparadas as polpas.

Para encerrar a visita todos voltaram para o Sitio JJ onde foi instalado um ponto de venda com produtos das duas propriedades, organizado pela Técnica Suzanne e o Jovem Luiz Guilherme.

Texto: Elaine Nogueira

NECD: William de Oliveira