19 de out de 2012

VISITA-SESC ARARAQUARA

No dia 12,13,14 de outubro recbemos 17 turistas de Araraquara.

12 de Outubro:
Recebemo-los na rodoviária, após recpciona-los fomos para a igreja da matriz para mostrar um pouco da nossa história. Logo após seguimos para o pesqueiro "Mandizeiro" onde eles iriam jantar, ali ja estavam os violeiros, que com sua cantoria que nos enchaim de alegria cantando suas modas de viola enquanto jantavámos.


13 de Outubro:
 Eles chegaram por volta das 11h15min para que pudessem conhecer o mercadão. Encantaram-se com nossos produtos e com nosso comércio e a história do mercadão. Seguindo como  combinado, fomos almoçar no restaurante "Chorarão" onde fomos bem recepcionados, o local era agradável e o almoço de boa qualidade.

 Após o almoço,seguimos para o sítio do JM (Messias) onde nos esperavam para ter uma roda de conversa e exposição de alguns produtos locais e um belo café caipira.
A roda de conversa foi elaborada pelo Zé Ernesto que é o melhor contador de prosas e histórias,ele se expressava de tal maneira que nos dava arrepios. Depois eles foram ver os artesanatos da Malu e ela também nos explicou como se faz a paçoca e mostrou o processo. Logo após tomaram aquele café caipira delicioso que só o senhor Messias pode nos fornecer.

               







14 de Outubro:
 Chegaram a cerca das 08h40min no local combinado. Seguimos diretamente para o sítio do Bello, para que conhecessem o projeto do sítio e suas finalidades. Fomos recepcionados pelo próprio  Bello ( Douglas), que nos explicou sobre as futas que estavam na mesa e o porquê de resolver transformar o local que era só pasto em um pomar imenso de futas nativas.


 Depois uma parte do grupo foi fazer a trilha (Sucupira) com o jovem monitor Lucas Bitencourt, conheceram um pouco sobre Mata-Atlântica e sobre o pomar. A outra parte do grupo ficou com o jovem Fernando Martins que explicou o mesmo conteúdo e fizeram a trilha do Cambuci que é uma pequena caminhada.


 Saindo do Bello fomos para o JJ (José Joaquim) conhecer o alambique e os processos da rapadura, melado e o açúcar-mascavo. Sendo recepcionado pelo próprio José Joaquim, foi explicado sobre o sítio e o projeto Mata-Ciliar. Descemos para o alambique e ali começou a falar sobre o ponto do melado da rapadura e o açucar-mascavo e que cada produto é feito diferente.


 Depois entramos na parte da produção da cachaça onde os senhores se encantaram com o processo desde a matéria-prima, passando pelas dornas e a fermentação,seguindo para a serpentina por onde a cachaça é resfriada, e onde ela termina. Foi aberto um setor de compras dos produtos do sítio. Saindo do sítio fomos almoçar no restaurante "Caetê" onde ônibus ja os aguardava. O almoço foi maravilhoso, fomos bem atendidos e bem recepcionados. Após o almoço eles seguiram para o ônibus com destino a Araraquara. Fizemos uma bela despedida e uma foto oficial.
                                  
                                                 
Texto: Lucas Bitencurt 

Um comentário:

  1. Muito bacana! Parabéns! Carlos Alberto da Silva Fº

    ResponderExcluir